O Chef Pedro Henrique Guimarães começou bem cedo o seu gosto pela gastronomia. Na mais tenra idade, já se aventurava na cozinha tentando reproduzir os pratos deliciosos que sua avó Zezé e sua tia, carinhosamente chamada de “Di” (dinda), faziam nas datas festivas da família. Desde cedo, preparava pratos durante a madrugada, escondido de seus pais que reclamavam preocupados com sua saúde e sobrepeso (pois vivia assaltando a geladeira enquanto todos dormiam).

Pedro assistia a todos os programas de culinária da televisão e pensava que, um dia, aquilo faria parte da sua vida.

Aos 18 anos, tendo que prestar o Serviço Militar Obrigatório, teve que deixar de lado a sua rebeldia e se adequar às duras regras do regime militar.

Sem saber bem o que fazer, Pedro Guimarães passou a procurar alguma tarefa que lhe desse satisfação de empenhar, em meio a tantas cobranças. Foi então que conseguiu uma oportunidade de trabalhar na cozinha do IME – Instituto Militar de Engenharia, na Praia Vermelha, Zona Sul do Rio de Janeiro, onde aprendeu muitas técnicas e se tornou, em pouco tempo por seu talento, o cozinheiro do Comandante da referida Instituição.

Com sua promoção dentro das Forças Armadas, teve condições de cursar a Faculdade de Gastronomia – ADF “Alain Ducasse Formation”, concluindo o curso em 2011.

Após adquirir bastante experiência em eventos, o chef resolveu se especializar na área de consultoria de negócios gastronômicos e se Pós graduou em Gerenciamento de Restaurantes para aumentar seu campo de trabalho.

Hoje também atua ministrando cursos particulares na casa dos clientes além de fazer um trabalho de gestão e capacitação da mão de obra no âmbito militar.